F
  • Engenheiro Mecânico

Fabio Fontana

São José dos Campos (SP)
0seguidor2seguindo
Entrar em contato

Comentários

(4)
F
Fabio Fontana
Comentário · há 5 meses
É lamentável um profissional escrever um artigo onde defende que a pessoa que comete um delito procure o "jeitinho brasileiro" para se livrar de provas ou outras evidências que comprovariam seu delito. É porisso que este é o país da impunidade, e isso não vai mudar nunca, com mentalidades deste tipo.
Concordo que ninguém é obrigado a produzir provas contra si mesmo, mas a recusa em fazer o teste do bafômetro por si só implica na suspeita de que a pessoa ingeriu álcool e, ao invés de dar a direção do veículo a outra pessoa, ou utilizar transporte coletivo, táxi, etc., prefere correr o risco e dirigir em desacordo com a lei. Daí a necessidade sim de autuar a pessoa não por dirigir embriagada mas pelo artigo
165-A do CTB. Com isso, a pessoa praticante do delito é, de qualquer forma, punida e tem o direito de interpor recurso contra esta punição, provando que não ingeriu álcool.
O fato é que, quem já teve um parente ou amigo morto em acidente causado por um irresponsável bêbado, sabe muito bem o que este "jeitinho brasileiro" causa na impunidade e no aumento da irresponsabilidade de outras pessoas, que sempre usam o mesmo argumento.
Outro fato é que, se a pessoa não bebeu, porque se recusar a fazer o teste do bafômetro? O único que recusa é aquele que ingeriu álcool, estando ou não com seus sentidos afetados, pois isso depende de cada pessoa, e se ingeriu álcool além do limite, está fora da lei.

Recomendações

(24)

Perfis que segue

(2)
Carregando

Seguidores

Carregando

Tópicos de interesse

(4)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

ANÚNCIO PATROCINADO

Outros perfis como Fabio

Carregando

Fabio Fontana

Entrar em contato